Ex-Zagueiro do São Paulo é tri-campeão da MLS e dono da zaga do LA Galaxy

usatsi_8590621

A história de jogadores brasileiros atuando em clubes americanos não é recente. Até Pelé, o maior jogador de todos os tempos, e o capitão do tri Carlos Alberto Torres, tiveram passagens por lá, atuando juntos pelo New York Cosmos. É lógico que em épocas, momentos e ligas distintas, já que a MLS ainda nem tinha sido fundada, liga a qual o lendário Cosmos não faz parte.

Recentemente dois outros famosos brasileiros atuaram por lá, o goleiro Júlio Cesar, titular em duas das três Copas do Mundo, inclusive a de 2014, quando atuava pelo Toronto FC e Juninho Pernambucano, presente na Copa de 2006 e que jogou em 2012 pelo New York Red Bulls.

LEIA TAMBÉM – Dos 20 jogadores que mais vendem camisas na MLS, apenas 6 são americanos

brasileiro-juninho-e-david-beckham-em-foto-de-2012-pelo-los-angeles-galaxy-original

O nome da vez, foi eleito o melhor zagueiro da MLS em 2015, José Leonardo Ribeiro da Silva iniciou sua carreira em 2001 com 13 anos de idade, quando chegou as categorias de base do São Paulo. Jogando pelo clube paulista, chegou a seleção brasileira sub-16 e Sub-17. Entre altos e baixos em 2009 acabou sendo emprestado ao Toledo, do Paraná. Em 2010 veio para o Galaxy por empréstimo de 1 ano, junto com o também são-paulino Juninho. O clube na época ainda era liderado pelo inglês David Beckham, um dos maiores responsáveis pelo aparecimento e difusão da marca MLS no mundo. O time também já contava com outro brasileiro, o também ex-são-paulino Alex Cazumba, que fez parte da leva de jogadores selecionados por um olheiro do Galaxy, que esteve no CT do São Paulo, em Cotia.

Após algumas boas atuações, Leonardo teve seu empréstimo prorrogado por mais um ano e em 2012 foi contratado em definitivo. Hoje o jogador é considerado o dono da zaga do clube de Los Angeles ao lado de Omar Gonzalez que é titular da seleção americana. Desde sua contratação, já conquistou pelo LA Galaxy três copas da MLS, mesmo tendo sofrido uma grave lesão no joelho que o tirou do grupo durante toda a temporada de 2011.

 

Leia Também
Vídeos

Futebol EUA fala com o técnico Liam O’Brien que faz parte da organização Scholarships 4 Sport, que promove eventos para selecionar e conectar jogadores com os técnicos das universidades. Os atletas também recebem consultoria para ajudar sua relação com os técnicos e com a própria imagem.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Karina Furtado

O time de Orlando perdeu de 3×1 para o Miami FC em sua partida de estréia na US Open Cup 2017, com três gols do brasileiro Stefano Pinho, que pela priemeira vez em sua carreira como jogador profissional, consegue fazer um Hat-trick.

Curta nossa página do FACEBOOK
Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE

Na primeira participação na US Open Cup, o Orlando City perdeu para o Miami FC pelo placar de 3×1 no estádio do Orlando. O time do Kaká jogou praticamente com a equipe reserva, poupando grande parte dos titulares para uma importante partida da MLS no final de semana.

O grande destaque da partida, foi o brasileiro Stefano Pinho que marcou os três gols do clube de Miami e “pode pedir música no Fantástico” garantiu a vitória do Miami FC.

Stefano Pinho está no Estados Unidos desde 2015, tendo jogado anteriormente no Fort Lauderdale Strykers e no Minnesota United. Em 2014 jogou por empréstimo no futebol Finlandês, atuando uma temporada pelo MyPa.  Essa essa primeira temporada no Miami FC, os três gols marcados nessa partida, provavelmente deixarão o atacante em uma situação bem confortável dentro do clube.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 

Voltar