Sabia que quase 15% da população dos Estados Unidos é composta por imigrantes

O Estados Unidos é um dos países que mais atrai imigrantes no mundo. Ultimamente o país vem recebendo um grande de imigrantes, um dos maiores da história. O fluxo migratório tem levado a nação a uma transformação estrutural, populacional e social de grande proporção




Para se ter uma noção do que está acontecendo, é como se a cada cinco anos uma cidade do Rio de Janeiro migrasse para o país. De acordo com estimativas, aproximadamente 28 milhões imigrantes (legais e ilegais) vivem  atualmente nos Estados Unidos, em 1930 essa parcela da população era três vezes menor.




O Centro para Estudos de Imigração divulgou dados sobre o número de imigrantes nos Estados Unidos, que afirmaram que por ano cerca de 1,2 milhão de pessoas chegam ao território norte-americano. Hoje, mais de 13% da população do país é formada por imigrantes, número elevado, tendo em vista que a última vez que tal fato ocorreu foi no início do século XX, poucas décadas antes da Segunda Guerra Mundial.

As principais países de origem dos imigrantes são: México, com aproximadamente 7,8 milhões de imigrantes que vivem nos Estados Unidos, além de China, Taiwan, Hong Kong (1,3 milhão), Filipinas (1,2 milhão) e Índia (1 milhão). Há mais de 1 milhão de brasileiros morando nos Estados Unidos, sendo que 300 mil deles estão na Flórida.

Abaixo o mapa demarca as  regiões mais habitadas por basileiros nos Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM: Novas medidas de segurança, complicam ainda mais a vida dos passageiros

Atualmente, a realidade dos imigrantes dos Estados Unidos não é tão diferente da encontrada entre os anos de 1870 e 1910, quando o país recebeu cerca de 20 milhões de pessoas. Na década de 70, metade dos imigrantes vivia abaixo da linha da pobreza. Atualmente, aproximadamente 30% dos imigrantes não possuem sequer o segundo grau. O número de imigrantes que habitam o país atualmente (28 milhões) é recorde, desde 1970 esse número triplicou.

Abaixo o mapa das maiores concentrações por área matropolitana de estrangeiros nascidos no Brasil entre 2010 e 2014.




VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

Leia Também
Vídeos

O futebol em uma High-School Americana mostrado pelo Futebol EUA. Visitamos a Lake Mary High-School onde foi realizada a final do campeonato entre a Lake Mary e a Lake Brantley High School. Lake Mary saiu campeã e falamos com alguns pas sore essa experiência

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

Estivemos no espaço que está sendo preparado para sediar o mais novo complexo de futebol de Orlando. A R9 Academy é uma franquia de futebol do ex-jogador Ronaldo Fenômeno e está quase pronta para ser inaugurada.
Vai ser a primeira da marca nos estados Unidos e será comandada pelo experiente coach Gustavo Brasil



Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos
VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

Voltar