Reforço brasileiro no Chicago Magic, filial do PSG nos USA

O Paris Saint German está cada vez mais atento à expansão do clube pelo mundo e desta feita revelamos aqui a sua filial nos Estados Unidos, os Chicago Magic PSG Soccer Club.

city_banner_large

Os Chicago Magic têm como “meta” diária a formação de jogadores, o clube trabalha com vários escalões de idade, desde os oito anos até aos vinte anos, com equipes masculinas e também femininas.

Mas o que deve ser a grande surpresa do Chicago Magic ao mundo, é que no início deste, Guilherme, jovem jogador brasileiro emprestado pelo Cruzeiro, vai jogar pela equipe sub-20 do Chicago Magic.

O jogador revelou em sua chegada a Chicago, que este será mais um passo para a sua evolução e falou entre muitas outras coisas do seu futuro enquanto profissional de futebol na Europa: “Tenho muitas esperanças em atuar num grande clube europeu. Se Deus quiser irei realizar esse sonho. Agora surgiu essa oportunidade aqui nos Estados Unidos. É uma experiência bem legal, uma cultura diferente, tô vendo neve, que só via pela televisão. Espero corresponder às expectativas.”

No que se diz da ligação filial entre os clubes, o jogador afirmou que se sente quase jogador do clube francês quando está em campo: “Parece que jogo no PSG, porque nosso uniforme é o mesmo do clube francês, tudo aqui é do time de Paris.”

Guilherme revelou também enquanto falava das dificuldades de adaptação à cidade que chegará um outro jovem brasileiro ao clube, trata-se de Rafael, um seu já conhecido colega nas categorias de base do Cruzeiro: “Aqui em Chicago está sendo difícil a adaptação. Os maiores problemas são ficar longe dos meus familiares e estar convivendo com novos sotaques, mas irei superar isso se Deus quiser. Agora está vindo mais um menino do Brasil, que jogou comigo no Cruzeiro, o Rafael, volante, aí já fica melhor e tem um jogador espanhol também que tem me ajudado.”

Quanto ao futuro imediato esse passa pelos Estados Unidos, mas um dos seus desejos é poder regressar ao Cruzeiro e fazer parte do plantel principal: ” No Cruzeiro vivi momentos muitos especiais na minha carreira. Joguei no clube de 2011 a 2015. Conquistei muita coisa. Fiz muitos amigos. Tudo aquilo que venho conquistando devo ao Cruzeiro. Espero um dia voltar e fazer parte da equipe profissional, que é um grande sonho que tenho também.”06

Voltar