Pular roleta do metrô de Nova York deixará de ser crime

Até agora, a infração poderia resultar em até um ano ano de prisão e uma multa de 1.000 dólares, segundo o código penal do estado de Nova York

Pular as roletas do metrô de Manhattan e não pagar deixará de ser delito a partir de setembro, anunciou nesta sexta-feira o procurador do distrito, Cyrus Vance. A decisão tem o objetivo de desafogar os tribunais e as prisões de Nova York.

Até agora, a infração poderia resultar em até um ano ano de prisão e uma multa de 1.000 dólares, segundo o código penal do estado de Nova York.

Em 2016 foram detidas apenas em Manhattan cerca de 10.000 pessoas por esse motivo, segundo Vance.

Cerca de 60% foram julgadas. O restante dos casos foi deixado de lado pelas autoridades, segundo o porta-voz do procurador.

LEIA TAMBÉM: Médico mata 2 pessoas em hospital no Bronx NY

A partir de setembro, o procurador – junto com a prefeitura e a polícia – tentará “reduzir de forma drástica” o número de pessoas denunciadas por não pagar o metrô, explicou o procurador de Manhattan.

Em vez da prisão, serão propostas penas alternativas como trabalhos pedagógicos, controles psicológicos e outras medidas para reparar os danos causados. Vance também prevê manter a multa de 1.000 dólares.

“As denúncias penais dessas pequenas infrações não violentas não deveriam fazer parte do reformado sistema judicial do século XXI”, apontou Vance em comunicado.

Por isso, “se eliminarão as prisões desnecessárias e serão reduzidos os riscos de deportação e de perda de moradia e emprego, que muitas vezes acompanham o processo penal”, disse.

LEIA TAMBÉM: Venus Williams é culpada por acidente de trânsito em Palm Beach Gardens

Vance e a polícia de Nova York já anunciaram em março de 2016 um primeiro pacote de medidas para reduzir a quantidade de detenções e as denúncias penais de delitos menores, como urinar em via pública ou jogar papel no chão.

As autoridades esperam que essas medidas reduzam o número de denúncias para 50.000 neste ano. Em 2009 chegaram a 93.562.

VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: Como escolher uma escola nos Estados Unidos

Por AFP

Leia Também
Vídeos

Canal EUA esteve acompanhando o evento de inauguração do como. O evento contou com a presença de importantes representantes de diversos grupos sociais e políticos, que se uniram para trocar experiências, fortalecer negócios e ajudar indivíduos e famílias que necessitam de suporte ou informações em sua vida nos Estados Unidos.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

No primeiro vídeo da série “Brasileiros que Fazem a Diferença”, falamos com Márcia Romero que mora nos Estados Unidos desde 1996 e hoje está a frente da fundação PEOPLE WHO MAKE A DIFFERENCE. Esse projeto faz um belíssimo trabalho social com pessoas que precisam de suporte, principalmente na área de saúde em um grande trabalho angariando doações e orientando a quem precisa.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Inscreva-se em nosso canal !!!
Curta nossa página do FACEBOOK: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista ao Vídeo:

Como alugar um imóvel para temporada em Orlando, as vantagens de ficar em uma casa ao invés de um hotel. Os atalhos para economizar seu dinheiro e as principais regras de convivência, para que sua estadia seja perfeita e sem riscos

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

A Florida Cup organizou um incrível evento que reuniu grandes feras brasileira do futebol e do automobilismo. Com a presença do piloto Rubens Barrichello, do ex jogador Rivaldo e do Youtuber Fabio Brazza que fez um RAP para o Futebol EUA durante o evento chamado no Brasil de Torneio da Florida.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

 

 

Canal EUA acompanhou a inauguração de mais uma loja do supermercado Walmart, em Lake Mary na Florida. Esse é um formato novo de lojas que a rede tem implementado, são lojas menores chamadas Walmart Neighbood, “Walmart de bairro”. Estivemos lá para mostrar o cuidado e a organização de um evento tradicional, mas que por aqui ganha produção de super evento




Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado



VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Voltar