Número de passageiros entre Brasil/EUA cai pelo 2º ano seguido

A ANAC registrou mais uma redução, apesar da alta na demanda por voos internacionais e do dólar mais barato


As viagens para os EUA, principal destino de brasileiros no exterior, estão em queda pelo segundo ano consecutivo, mostram dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
O número de passageiros transportados entre os dois países, no acumulado de janeiro a abril de 2017, foi 14,6% menor que o registrado em igual período do ano passado. Entre 2016 e 2015, na mesma comparação, a queda já havia sido de 11,07%.

LEIA TAMBÉM: MIAMI / ORLANDO em 30 minutos, conheça o Hiperloop!!

A redução se deu apesar da recuperação da demanda por voos internacionais entre as empresas aéreas brasileiras e da desvalorização do dólar, que faz com que as viagens para os EUA fiquem mais baratas.
Segundo a Anac, a alta na demanda por voos internacionais foi de 17,1% somente em abril de 2017 – sétimo mês seguido de crescimento nesse indicador.

Já o dólar, que no ano passado já havia acumulado desvalorização de 17,69%, começou janeiro de 2017 cotado a R$ 3,24 e terminou o mês de abril valendo R$ 3,17.





LEIA TAMBÉM: Brasileiros voltam a procurar Imóveis e Visto nos EUA para deixar o país

Com menos passageiros dispostos a viajar, a oferta de voos entre Brasil e EUA também vem caindo pelo segundo ano seguindo, mostram os dados da Anac.
Na semana do dia 31 de maio de 2015, empresas nacionais e estrangeiras ofereciam 284 voos semanais entre os dois países. Em 2016, na mesma época, eram 210 e, na semana de 31 de maio de 2017, eram 196 voos semanais. Nesses dois anos, a queda acumulada na oferta é de 31%.

VIDA EUA: Dentro de casa, como é morar nos Estados Unidos..

VIDA EUA: Como economizar na hora de viajar para os Estados Unidos

Leia Também
Vídeos

O diretor das categorias de base do Orlando City, fala sobre o que espera para o futuro da Academia. David Longwell explica as várias etapas que um atleta das categorias tem que ultrapassar, para conseguir chegar até o time profissional

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!!

Na entrevista, perguntamos ao Diretor das Categorias de base do Orlando City, David Longweel, quais eram as expectativas do clube em relação ao futuro da Academia. Sobre os investimentos que estão sendo feitos e como é o processo para que um jogador da base chegue ao time principal do clube.

David respondeu:
– Já existe um bom projeto para isso no clube, nós tentamos levar jogadores para a Academia, da Academia eles vão para o time B do Orlando City e daí completam o processo chegando ao time da MLS.
Tem muito trabalho sendo feito por trás das cenas, o clube está investindo dinheiro pra tentar transformar nossa Academia em uma das melhores do país. E nós temos um objetivo de formar nossos próprios jogadores, nesse caso teremos jogadores mais novos no time principal.
Estou muito confiante que isso vai acontecer no futuro.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Karina Furtado

Voltar