Miami pode deixar de existir dentro de um século

Atualmente, cerca de 430 mil pessoas vivem em Miami, que está a apenas 1,80 metros da altura do mar




A cidade de Miami, na Flórida, nos Estados Unidos, pode desaparecer dentro de um século, de acordo com as piores previsões sobre os efeitos do aquecimento global no nosso planeta.

“A maioria das pessoas fala como se Miami ou Bangladesh ainda tivesse uma chance de sobreviver; a maioria dos cientistas com quem falei assumem que perderemos as duas dentro de um século, mesmo se pararmos de usar combustível fóssil na próxima década”, diz o jornalista David Wallace-Wells, que publicou na semana passada, na revista New York, uma longa reportagem sobre as consequências danosas do aquecimento global.

LEIA TAMBÉM: Mudança de comportamento nos jovens afeta mercado imobiliário

Atualmente, cerca de 430 mil pessoas vivem em Miami, que está a apenas 1,80 metros da altura do mar. Até 2060, algumas previsões indicam que o mar em toda a região sul da Flórida deve subir pouco mais de meio metro e que até o fim do século deve encobrir a cidade e outras 286 nos Estados Unidos, devido a uma combinação de derretimento das camadas polares e das mantas glaciais, além de um aumento das emissões de gases.




O grupo de pesquisa Climate Central utilizou os dados das pesquisas e das projeções e criou um plugin para o Google Earth, que mostra como seria cada cidade dos Estados Unidos no ano de 2100. Abaixo, você confere como ficaria Miami no pior dos cenários.

Vista de Miami, hoje, a partir do Google Earth (Climate Central/Reprodução)

Vista de Miami em 2100, a partir do plug in criado pelo grupo Climate Central no Google Earth (Climate Central//Reprodução)
VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos


Leia Também
Vídeos

Falamos com Mauricio Braz que é pós-graduado em psicologia positiva e utiliza seu conhecimento aliado a um sistema de NeuroTreinamento, para ajudar atletas a se desenvolverem mentalmente no esporte. Maurício ultiliza seu equipamento e suas técnicas no atleta Bruno Furtado, para mostrar como funciona o seu trabalho.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Estivemos na Bike Week de Daytona, o maior evento de motos do mundo que está na sua 74ª edição. Mais de 500.000 visitantes estiveram na cidade de Daytona para participar desse espetacular encontro de muita festa e confraternização com motociclistas e admiradores de todo o mundo

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

Voltar