Miami pode deixar de existir dentro de um século

Atualmente, cerca de 430 mil pessoas vivem em Miami, que está a apenas 1,80 metros da altura do mar




A cidade de Miami, na Flórida, nos Estados Unidos, pode desaparecer dentro de um século, de acordo com as piores previsões sobre os efeitos do aquecimento global no nosso planeta.

“A maioria das pessoas fala como se Miami ou Bangladesh ainda tivesse uma chance de sobreviver; a maioria dos cientistas com quem falei assumem que perderemos as duas dentro de um século, mesmo se pararmos de usar combustível fóssil na próxima década”, diz o jornalista David Wallace-Wells, que publicou na semana passada, na revista New York, uma longa reportagem sobre as consequências danosas do aquecimento global.

LEIA TAMBÉM: Mudança de comportamento nos jovens afeta mercado imobiliário

Atualmente, cerca de 430 mil pessoas vivem em Miami, que está a apenas 1,80 metros da altura do mar. Até 2060, algumas previsões indicam que o mar em toda a região sul da Flórida deve subir pouco mais de meio metro e que até o fim do século deve encobrir a cidade e outras 286 nos Estados Unidos, devido a uma combinação de derretimento das camadas polares e das mantas glaciais, além de um aumento das emissões de gases.




O grupo de pesquisa Climate Central utilizou os dados das pesquisas e das projeções e criou um plugin para o Google Earth, que mostra como seria cada cidade dos Estados Unidos no ano de 2100. Abaixo, você confere como ficaria Miami no pior dos cenários.

Vista de Miami, hoje, a partir do Google Earth (Climate Central/Reprodução)

Vista de Miami em 2100, a partir do plug in criado pelo grupo Climate Central no Google Earth (Climate Central//Reprodução)
VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos


Leia Também
Vídeos

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

O time de Orlando perdeu de 3×1 para o Miami FC em sua partida de estréia na US Open Cup 2017, com três gols do brasileiro Stefano Pinho, que pela priemeira vez em sua carreira como jogador profissional, consegue fazer um Hat-trick.

Curta nossa página do FACEBOOK
Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE

Na primeira participação na US Open Cup, o Orlando City perdeu para o Miami FC pelo placar de 3×1 no estádio do Orlando. O time do Kaká jogou praticamente com a equipe reserva, poupando grande parte dos titulares para uma importante partida da MLS no final de semana.

O grande destaque da partida, foi o brasileiro Stefano Pinho que marcou os três gols do clube de Miami e “pode pedir música no Fantástico” garantiu a vitória do Miami FC.

Stefano Pinho está no Estados Unidos desde 2015, tendo jogado anteriormente no Fort Lauderdale Strykers e no Minnesota United. Em 2014 jogou por empréstimo no futebol Finlandês, atuando uma temporada pelo MyPa.  Essa essa primeira temporada no Miami FC, os três gols marcados nessa partida, provavelmente deixarão o atacante em uma situação bem confortável dentro do clube.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 

Canal EUA visitou a loja Bruce Rossmeyer’s Harley-Davidson que é considerada a maior loja da marca no mundo. São mais de 10.000m² com as motos mais incríveis, milhares de peças e acessórios para incrementar sua moto e até decorar a sua casa

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Futebol EUA esteve na Disney Showcase 2016 realizado na ESPN Wide World of Sports entre os dias 27 e 30 de dezembro. Um grandioso evento que reuniu centenas de times dos Estados Unidos e do mundo durante uma semana, com uma organização impecável.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Voltar