Mexicana mata os quatro filhos e o marido e depois sorri na corte na Geórgia

Uma mulher mexicana foi acusada de na quinta-feira (6), de esfaquear e assassinar quatro de seus filhos, além do marido, em um subúrbio do norte de Atlanta, na Geórgia, de acordo com autoridades locais




Isabel Martínez enfrenta cinco acusações de assassinato, seis de agressão grave e outro por tentativa de homicídio de outra criança, disse a polícia do Condado de Gwinnett.

Segundo o relatório oficial, um dos cinco filhos, uma menina chamada Diana Romero, sobreviveu ao ataque, mas ainda está internada em estado crítico e acredita-se que ela permaneça no hospital pelas próximas duas semanas.

LEIA TAMBÉM: Homem mantém esposa morta em congelador por 8 anos para receber pensão

As autoridades informaram que o pai era Martín Romero, de 33 anos, e que as quatro crianças mortas eram: Axel, de 2 anos; Dillan, de 4; Dacota, de 7; e Isabel, de 10 anos.
“A suspeita que temos em custódia é a mãe/esposa das vítimas”, disse Michele Pihera, porta-voz do Departamento de Polícia do Condado de Gwinnett.






O brutal ataque aconteceu na residência da família, em Loganville. A mãe teria permanecido na casa ao lado dos cadáveres por pelo menos 24 horas, antes de notificar a polícia, pouco antes das 5h (hora local) de quinta-feira, de acordo com declarações dos vizinhos, para a emissora local “WSB-TV”.

O irmão do pai das crianças afirmou que no dia anterior havia conversado com Martín e que não percebeu nada de anormal.
A família tinha mudado de Illinois para a Geórgia há cerca de um mês e, de acordo com os vizinhos, a mãe estava deprimida por conta da morte recente de seu pai.

LEIA TAMBÉM: Após atirar no próprio pênis, homem pode ser preso em Jacksonville

LEIA TAMBÉM: Tiroteio deixa 25 feridos em boate no Arkansas

Segundo alguns relatos, Isabel não estava bem por não ter conseguido viajar para o México onde ocorreu o funeral de seu pai.
O crime macabro deixou a comunidade consternada, apesar de pouco tempo de convivência com a família.

“Todos estamos em choque. Nas últimas semanas, tivemos a oportunidade de conhecer essas crianças muito bem”, disse Jim Hollandsworth, que dirige um programa de assistência escolar, ao jornal “Atlanta Journal Constitution”.

Mesmo acusada de assassinar cinco pessoas no dia anterior, Isabel sorri e faz um sinal positivo com os polegares para cima ao virar-se para as câmeras, demonstrando não estar angustiada por estar lá.





VIDA EUA: Nos Estados Unidos, existe preconceito com brasileiros?

VIDA EUA: 3 coisas que se aprende em 5 anos nos Estados Unidos

Leia Também
Vídeos

Futebol EUA esteve na partida que o Bayer Leverkusen venceu o Atlético MG por 1 x 0 em suas primeiras partidas da Florida Cup 2017. Falamos com Ricardo Silveira, sócio-fundador do evento, sobre o que esperar desse e dos próximos torneios realizados pela sua equipe.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

Quais as grandes diferenças entre o trânsito no Brasil e nos Estados Unidos. Canal EUA mostra pra você, as principais características e as mais marcantes das regras do trânsito nos EUA quando comparado ao trânsito brasileiro

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apesentação e Produção: Ralf Furtado

 

No primeiro vídeo da série “Brasileiros que Fazem a Diferença”, falamos com Márcia Romero que mora nos Estados Unidos desde 1996 e hoje está a frente da fundação PEOPLE WHO MAKE A DIFFERENCE. Esse projeto faz um belíssimo trabalho social com pessoas que precisam de suporte, principalmente na área de saúde em um grande trabalho angariando doações e orientando a quem precisa.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Inscreva-se em nosso canal !!!
Curta nossa página do FACEBOOK: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista ao Vídeo:

O diretor das categorias de base do Orlando City, fala sobre o que espera para o futuro da Academia. David Longwell explica as várias etapas que um atleta das categorias tem que ultrapassar, para conseguir chegar até o time profissional

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!!

Na entrevista, perguntamos ao Diretor das Categorias de base do Orlando City, David Longweel, quais eram as expectativas do clube em relação ao futuro da Academia. Sobre os investimentos que estão sendo feitos e como é o processo para que um jogador da base chegue ao time principal do clube.

David respondeu:
– Já existe um bom projeto para isso no clube, nós tentamos levar jogadores para a Academia, da Academia eles vão para o time B do Orlando City e daí completam o processo chegando ao time da MLS.
Tem muito trabalho sendo feito por trás das cenas, o clube está investindo dinheiro pra tentar transformar nossa Academia em uma das melhores do país. E nós temos um objetivo de formar nossos próprios jogadores, nesse caso teremos jogadores mais novos no time principal.
Estou muito confiante que isso vai acontecer no futuro.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Karina Furtado

Voltar