Las Vegas United acaba antes de começar…

Jogadores brasileiros foram iludidos por empresário e tiveram que recorrer ao apoio das famílias para conseguir voltar para casa; time já não existe mais juridicamente e acumula dívidas nos EUA




A idéia de montar o clube veio de um encontro para um café, entre Márcio Granada e o empresário César Bordinhão. Durante esse encontro, Marcio propôs uma sociedade para um novo empreendimento. Uma semana antes, Márcio havia pedido para César investir US$ 10 mil em um novo negócio. César disse que não podia, pois não queria investir nenhum dinheiro em nenhum negócio, apenas tempo, trabalho e  conhecimento, já que não tinha dinheiro para investir. Ele concordou, dizendo que nesse caso iria lhe dar uma porcentagem menor na participação do clube.

Com as participações acertadas, foram tirar a licença. Chegando lá, preencheram os documentos e fizeram a aplicação. Havia uma taxa de US$ 200 a ser paga pela aplicação e Marcio disse que não tinha o dinheiro e pediu que César pagasse, pois seria reembolsado dois dias depois. Até hoje esse valor não foi pago e isso faz mais de um ano. Mas a licenca foi tirada e os dois passaram a constar como donos do novo clube.

LEIA TAMBÉM: Ibrahimovic recusa proposta de 6,8 milhões de euros do LA Galaxy

Márcio Granada, trouxe 18 atletas do Brasil para montar a nova equipe, que pelo acerto, tinham que pagar entre US$ 2,5 mil e U$ 5 mil (de R$ 8 mil a R$ 15 mil) pela vaga no clube. Marcio colocou todos para viver em apartamentos. No contrato com os atletas, ele prometia uma espécie de “intercâmbio cultural” com duração mínima de três meses e hospedagem inclusa pelo tempo de contrato em apartamentos mobiliados. Porém na prática, além de não receberem verba suficiente para se alimentar, ainda tinham que se indispor com o empresário, para que ele pagasse dívidas referentes à moradia.

O aluguel dos apartamentos estava no nome de Bruna Venceslau, esposa de Márcio, e durante nos últimos dois meses que estavam em Las Vegas, quatro avisos de falta de pagamento e duas ordens de despejo foram recebidas pelo time. No dia 5 de julho, a última ordem resultou em uma ação de despejo, com uso de força policial. Os quatro atletas remanescentes, já tinham passagens aéreas para voltar para o Brasil, mas a ordem de despejo acabou acontecendo antes da data da viagem. Os garotos só conseguiram um local para ficar, graças à ajuda de funcionários do condomínio, que ficaram sensibilizados com a história.




LEIA TAMBÉM: Ele tem 16 anos, lança a 94 milhas por hora, vale US$ 1,5 milhão e é do Brasil !!!

A dívida dos apartamentos não foi a única deixada por Marcio em Las Vegas. Vários cheques sem fundo foram distribuídos a parceiros e investidores, o time deixou um saldo devedor de quase US$ 2,5 mil com a United Premier Soccer League (UPSL). Segundo o Gerente de Operações da UPSL, Manuel Gomez, o valor é referente ao não-pagamento do salário de juízes e o aluguel dos estádios para as partidas e treinos.

Antes de ir para Las Vegas, Márcio Granada foi gestor do Corinthians USA, time de Fontana, na Califórnia, que atualmente joga pela National Premier Soccer League (NPSL). O fundador do time, Josias Montegan, conta que o empresário foi indicado ao cargo por um amigo em comum e assumiu a gestão do clube em 2015.

Segundo Josias, Márcio começou a cobrar dos jogadores que ele recrutava no Brasil. Mas a parceria com o Corinthians USA realmente chegou ao fim, quando Márcio começou a fechar contratos sozinho, sem levar o assunto ao conhecimento de Josias.

Com os problemas, Josias decidiu acionar seu advogado para cancelar a contratação do Márcio. Foi nessa época que Márcio mudou-se para Las Vegas, levando consigo alguns jogadores do elenco do Corinthians USA para atuarem no novo time que estava fundando na cidade – o então Las Vegas City (posteriormente ele seria expulso do time e fundaria o Las Vegas United).

LEIA TAMBÉM: Dagoberto acerta com time de São Francisco

O Las Vegas United esteve inclusive no Brasil, em junho de 2016, para realizar a sua pré-temporada antes do iníco da UPSL. A equipe fez dois jogos treinos contra equipes que disputam a Copa Paulista, o Juventus e o São José dos Campos FC.


VIDA EUA: Você sabe o que é uma Soccer Mom?

VIDA EUA: As maiores diferenças do futebol infantil nos Estados Unidos e no Brasil

Leia Também
Vídeos

Canal EUA Sports acompanhou Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Fenômeno, Elias e D’Alessandro na participação da Disney Parade do evento especial da Florida Cup 2016. Fomos ao Magic Kingdom acompanhar a parada da Disney com os craques do futebol brasileiro

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Futebol EUA esteve na Disney Showcase 2016 realizado na ESPN Wide World of Sports entre os dias 27 e 30 de dezembro. Um grandioso evento que reuniu centenas de times dos Estados Unidos e do mundo durante uma semana, com uma organização impecável.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Quais as grandes diferenças entre o trânsito no Brasil e nos Estados Unidos. Canal EUA mostra pra você, as principais características e as mais marcantes das regras do trânsito nos EUA quando comparado ao trânsito brasileiro

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apesentação e Produção: Ralf Furtado

 

Canal EUA visitou a loja Bruce Rossmeyer’s Harley-Davidson que é considerada a maior loja da marca no mundo. São mais de 10.000m² com as motos mais incríveis, milhares de peças e acessórios para incrementar sua moto e até decorar a sua casa

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Voltar