Jogadoras dos EUA entram com ação federal alegando discriminação salarial

Cinco destaques da seleção do país pedem maior valorização em relação ao time masculino sob reclamação de que geraram mais receita e mais resultados no futebol.

Jogadoras da seleção americana que representam colegas em ação por maiores salários (Foto: Facebook)

Jogadoras da seleção americana que representam colegas em ação por maiores salários

Cinco jogadoras da seleção americana de futebol entraram com uma queixa federal contra a Federação que comanda o esporte no país na Comissão de Oportunidades Iguais de Emprego. As atletas alegam que há discriminação salarial e, baseadas em dados da USSF (Federação Americana de Futebol), afirmam que no ano passado as mulheres receberam quatro vezes menos que os homens, apesar de terem gerado muito mais receita no futebol do país.

Carli Lloyd, Becky Sauerbrunn, Alex Morgan, Megan Rapinoe e Hope Solo foram as responsáveis pela ação e estiveram em seguida comentando o caso em um programa de TV nos Estados Unidos, o “Today” show. Lloyd lembrou que o momento é o correto para a reivindicação já que o grupo é o atual campeão mundial e está nos Jogos Olímpicos do Rio – o time americano masculino não assegurou vaga na disputa.

– Eu penso que a hora é correta. Eu acho que nós provamos nosso valor ao longo dos anos, apenas assegurando o título da Copa do Mundo. A disparidade salarial entre homens e mulheres é muito grande, e queremos continuar a lutar. A geração de jogadoras antes de nós lutou e queremos continuar a luta – afirmou Lloyd durante o programa.

O “Washington Post” comparou, por exemplo, os valores dados pela Fifa aos campeões das Copas feminina e masculina. A Alemanha, vencedora em 2014 no Brasil, assegurou 35 milhões de dólares (cerca de R$ 126 milhões). O valor chegou a esse total, pois cada classificação dentro do Mundial valia um valor a mais desde o avanço da fase de grupos para as oitavas. No Mundial feminino, segundo o “New York Daily News”, a premiação só foi dada para quarto, terceiro, segundo e primeiro lugares. As campeãs receberam 1,8 milhão de dólares (R$ 6,5 milhões).
– Estamos comprometidos em negociar um novo acordo coletivo de trabalho (CBA), que entre em acordo com a Associação de Jogadoras em relação à remuneração e que entre em vigor assim que o CBA atual expirar, no final deste ano. A US Soccer seguirá sendo uma defensora no cenário do futebol mundial para influenciar e desenvolver o futebol feminino e evoluir para um modelo de compensação da Fifa – declarou em comunicado a federação americana.

Leia Também
Vídeos

O Clube São Paulo derrotou o Corinthians nas cobranças de pênaltis após um empate de 0x0 no tempo normal. Em partida truncada e cheia de lances duros, o São Paulo teve as melhores chances do jogo e acabou campeão da Florida Cup 2017 em um resultado merecido

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

Na Florida Cup2016, Canal EUA Sports falou com o jornalista e apresentador Marcelo Rezende e o ex-jogador Dodô, conhecido como o “artilheiro dos gols bonitos”. Eles falaram sobre suas impresssões em relação ao mercado de futebol do Estados Unidos

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Estivemos no evento de apresentação do Ace Cafe, o novo bar temático de Orlando. Um bar voltado para o publico que curte carros, motos e muito Rock’n’Roll. Um espaço de 12.000m² localizado em Orlando Downtown ao lado da I4, em um conjunto de prédios históricos de mais de 100 anos de idade.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do prefeito de Orlando Buddy Dyer e com muitos outros convidados.

Apresentação: Ralf Furtado
Inscreva-se em nosso Canal !!!
Curta nossa página do FACEBOOK: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista ao Vídeo:

Canal EUA Sports acompanhou Corinthians 3 x 2 Shakhtar Donetsk na Florida Cup 2016 e falou com o técnico Tite, o humorista Beto Hora e o cantor Latino, sobre o evento e o crescimento do futebol nos Estados Unidos

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Corinthians x Shakhtar (18:45, ESPN Wide World of Sports Complex, Orlando)

Árbitro: Guido Gonzales Jr-EUA
AR 1: Sean Hurd-EUA
AR2: Matthew Miscannon-EUA
4th Official: Esteban Rosano-EUA

Canal EUA esteve acompanhando o primeiro evento da BABC no IDrive Nascar em Orlando. O evento contou com a presença de importantes representantes de diversos grupos sociais e políticos, que se uniram para trocar experiências, fortalecer negócios e ajudar indivíduos e famílias que necessitam de suporte ou informações em sua vida nos Estados Unidos.
Falamos com a Presidente do Conselho da BABC, Amy Litter e com a fundadora do People Who Make a Difference, Marcia Romero

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

Voltar