Estudante de Varginha é selecionado para ser ‘embaixador’ contra as drogas nos EUA

Samuel Miranda Ferreira de 15 anos, concorreu contra mais de 70 alunos do estado de Minas Gerais e foi o único a tirar a nota máxima nos testes

Um estudante de Varginha, foi escolhido pela Polícia Militar pra ser o representante brasileiro do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) em um conselho consultivo formado por jovens do mundo todo. Durante dois anos, eles vão participar de discussões sobre o combate às drogas nos Estados Unidos.

Samuel Miranda Ferreira, de 15 anos, já se formou no Proerd e concorreu com mais de 70 alunos de todo o estado. Ele foi o único a ter nota 10 em todos os testes.

LEIA TAMBÉM: Contra o aborto, Mexicana caminha a pé em pelos Estados Unidos

O sargento da Polícia Militar Darlan Esquincalha Moreno foi o primeiro instrutor do Samuel no Proerd e está orgulhoso de ter o jovem não só como representante da cidade ou de Minas Gerais, mas de todo o país.

“Para a Polícia Militar e para o Proerd é uma satisfação enorme saber que aquela sementinha que plantamos lá atrás, em 2011, que foi quando ele fez o Proerd pela primeira vez no quinto ano, essa sementinha germinou, deu bons resultados e alcançou aí nota máxima nesse concurso. Então, boas práticas também realizadas por ele.”

VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

 

Leia Também
Vídeos

O futebol em uma High-School Americana mostrado pelo Futebol EUA. Visitamos a Lake Mary High-School onde foi realizada a final do campeonato entre a Lake Mary e a Lake Brantley High School. Lake Mary saiu campeã e falamos com alguns pas sore essa experiência

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

Léo Azevedo, um dos maiores técnicos do tênis brasileiro, nos acompanhou na visita ao Centro de Tênis da USTA em Lake Nona na Florida. Conhecemos um pouco do que que é considerado o maior complexo do esporte no mundo, com um total 102 quadras, em um vestimento de mais de $60 milhões de dólares.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 

Voltar