Em novo golpe à exportação, EUA suspendem compra de carne do Brasil

Situação acontece meses após a deflagração da Operação Carne Fraca, que levou empresas norte-americanas a elevar o nível das inspeções

Meses depois da Operação Carne Fraca, que revelou um esquema de fraude e corrupção no controle de qualidade da carne brasileira e provocou reações restritivas de vários países, os exportadores brasileiros sofreram nesta quinta-feira uma das consequência mais drásticas da crise provocada pelo escândalo. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos anunciou que vai suspender as importações de carne fresca, ou “in natura” do Brasil “devido a preocupações recorrentes sobre a segurança de produtos destinados ao mercado americano”. A decisão foi comunicada pelo secretário de Agricultura, Sonny Perdue.

LEIA TAMBÉM: Motoristas de Uber poderão finalmente receber gorgetas

A suspensão das vendas aos Estados Unidos vai permanecer, de acordo com os EUA, até que o Ministério da Agricultura do Brasil adote “ações corretivas que o Departamento de Agricultura considere satisfatórias”. A assessoria do Planalto informou que o presidente Michel Temer, em viagem ao exterior, não vai se pronunciar.

LEIA TAMBÉM: EUA rescindem proteção migratória para pais ilegais no país

A notícia é mais um golpe importante para o setor no Brasil, que movimenta cerca de 180 bilhões de reais por ano. Embora os EUA não sejam o principal importador de carne fresca brasileira, o maior mercado do mundo era considerado um “passaporte” para outros países. Só no ano passado, o norte-americanos voltaram a comprar esse tipo de produto do Brasil, após mais de dez anos de veto. De janeiro a maio deste ano, os americanos importaram o equivalente a US$ 19 milhões de carne fresca brasileira. “O prejuízo é intangível. Os Estados Unidos já importaram 19 milhões de dólares em 2017, mas o dano é muito maior do que isso. Sempre consideramos o credenciamento do mercado americano como um passaporte para outros países”, afirmou Antônio Jorge Camardelli, o presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC)

Porém a suspensão da importação de carne pelos EUA não afeta aves e suínos, diz ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal).

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que vai viajar aos Estados Unidos para prestar todos os esclarecimentos necessários e tentar reverter a suspensão de compra de carne in natura do Brasil imposta nesta quinta-feira pelo governo norte-americano.

VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos

VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

Por El País

Leia Também
Vídeos

Estivemos no espaço que está sendo preparado para sediar o mais novo complexo de futebol de Orlando. A R9 Academy é uma franquia de futebol do ex-jogador Ronaldo Fenômeno e está quase pronta para ser inaugurada.
Vai ser a primeira da marca nos estados Unidos e será comandada pelo experiente coach Gustavo Brasil



Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos
VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

O famoso raper e youtuber Fabio Brazza fala sobre as expectativas da Florida Cup 2017 e o seu trabalho dentro do evento. O evento que foi prejudicado pela tragédia ocorrida com o time da Chapecoense, se mostra fortalecido e preparado para crescer ainda mais em 2018

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras


Futebol EUA entrevista o CEO do Orlando City , Alexandre Leitão. Revelamos detalhes sobre o projeto do novo CT que será construído na cidade de Lake Nona, próxima a Orlando. O CT deverá estar pronto em março de 2017 e contará com 6 campos oficiais, academia, vestiário e espaço para recuperação dos atletas

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Voltar