Ele tem 16 anos, lança a 94 milhas por hora, vale US$ 1,5 milhão e é do Brasil !!!

A espectiva de uma bola rápida de 150 km por hora é sempre motivo de atenção, mas quando vem de um menino de 16 anos de idade, de um país com pouca tradição de beisebol, isso chama muito mais atenção. O arremessador Eric Pardinho, de apenas 16 anos, foi contratado pelo Toronto Blue Jay




O Brasil já conseguiu ir longe no beisebol, um esporte distante das tradições do país. No dia 6 de julho, viveu um momento marcante quando Eric Pardinho, um menino de 16 anos de idade, assinou um robusto contrato com o Toronto Blue Jays, da MLB, a principal liga dos Estados Unidos. Ele iniciou um longo processo até ter a chance de jogar entre os melhores do mundo. Considerado um dos jovens mais promissores de sua geração, ele acertou um contrato de US$ 1,5 milhão.

LEIA TAMBÉM: Desde 2002, Brasil não fica tanto tempo sem jogador escolhido no Draft da NBA

Eric assinou contrato em um evento organizado no hotel Hilton, em São Paulo. Foi o maior bônus já recebido por um brasileiro. Antes, o recorde era de Luis Gohara, com US$ 880 mil na negociação para defender o Seattler Mariners, em agosto de 2012.

Pardinho foi monitorado por bastante tempo pela MLB. Produto do centro de treinamento de Ibiúna, ele consegue arremessos de mais de 150km/h e teve boa participação, atuando pela seleção brasileira nas eliminatórias do World Baseball Classic, em março deste ano, em Nova York. Onde muitos olheiros marcaram presença para confirmar a velocidade de sua bola, utilizando pistolas de radar de velocidade.






Nsse processo de evolução, Pardinho só estará liberado para atuar profissionalmente nas ligas menores organizadas pela MLB a partir de janeiro de 2018, quando ele completará 17 anos. A primeira parada deve ser a República Dominicana, em uma competição que conta apenas com calouros. Depois, o caminho segue para a A-Short, A, A-Advanced, Double A, Triple A e finalmente a MLB.

LEIA TAMBÉM: Brasileiro faz sucesso jogando apenas 10 Min por temporada na NFL

Pardinho segue o caminho tomado por Christian Pedrol, de 17 anos. Ele assinou contrato com o Seattle Mariners no dia 10 de maio deste ano e já está na República Dominicana para defender o clube que é braço do seu time na MLB, e se chama DSL Mariners.

O Brasil conta com uma série de jogadores nas ligas menores. O arremessador Thyago Vieira, também ligado aos Mariners, defende o Arkansas Travelers, da Double-A, e jogará o Future All-Stars, um dos eventos do fim de semana do All-Star Game da MLB, entre 9 e 11 de julho, em Miami.





VIDA EUA: Você sabe o que é uma Soccer Mom?

VIDA EUA: As maiores diferenças do futebol infantil nos Estados Unidos e no Brasil

 

Leia Também
Vídeos

No primeiro vídeo da série “Brasileiros que Fazem a Diferença”, falamos com Márcia Romero que mora nos Estados Unidos desde 1996 e hoje está a frente da fundação PEOPLE WHO MAKE A DIFFERENCE. Esse projeto faz um belíssimo trabalho social com pessoas que precisam de suporte, principalmente na área de saúde em um grande trabalho angariando doações e orientando a quem precisa.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Inscreva-se em nosso canal !!!
Curta nossa página do FACEBOOK: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista ao Vídeo:

Você chega, diz a marca, o modelo e o ano do carro que você precisa das peças, retira o ticket com a localização dos veículos e pronto. Leve sua mala de ferramentas e retire você mesmo a peça que você precisa. o Local se chama U Pull & Pay, que significa, você pega e paga, e é assim mesmo, um self-service de peças usadas. No final, antes de sair, você mostra o que você retirou e faz o pagamento das peças. O preço é muito bom, bem mais em conta do que nos ferro-velhos comuns

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

 

O time de Orlando perdeu de 3×1 para o Miami FC em sua partida de estréia na US Open Cup 2017, com três gols do brasileiro Stefano Pinho, que pela priemeira vez em sua carreira como jogador profissional, consegue fazer um Hat-trick.

Curta nossa página do FACEBOOK
Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE

Na primeira participação na US Open Cup, o Orlando City perdeu para o Miami FC pelo placar de 3×1 no estádio do Orlando. O time do Kaká jogou praticamente com a equipe reserva, poupando grande parte dos titulares para uma importante partida da MLS no final de semana.

O grande destaque da partida, foi o brasileiro Stefano Pinho que marcou os três gols do clube de Miami e “pode pedir música no Fantástico” garantiu a vitória do Miami FC.

Stefano Pinho está no Estados Unidos desde 2015, tendo jogado anteriormente no Fort Lauderdale Strykers e no Minnesota United. Em 2014 jogou por empréstimo no futebol Finlandês, atuando uma temporada pelo MyPa.  Essa essa primeira temporada no Miami FC, os três gols marcados nessa partida, provavelmente deixarão o atacante em uma situação bem confortável dentro do clube.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 

Futebol EUA foi até Lakewood Ranch, na Flórida, acompanhar a partida entre as seleções Sub 17 do Brasil e dos Estados Unidos. Falamos com o Vinícius Jr, jogador revelação do Flamengo que aparece como grande estrela desse evento. O jogo fez parte do torneio Nike International Friendlies 2016. O torneio ainda contou com a participação das seleções da Turquia e de Portugal. Falamos também com o técnico Carlos Amadeu e com o Coordenador Erasmo Damiani nesse muito bem organizado evento patrocinado pela Nike.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

Inscreva-se em nosso Canal !!!
Visite-nos no Facebook: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista o Vídeo:

Voltar