Dos 20 jogadores que mais vendem camisas na MLS, apenas 6 são americanos

Pelo que parece, o investimento nas categorias de base do futebol nos Estados Unidos, ainda não conseguiu criar astros capazes de superar em fama, as mega estrelas do futebol mundial que vieram em sua maioria, se aposentar atuando pela MLS.

clintdempseyseattlesounders1-coloradorapids2015-usatodaysports

O único que consegue brigar ao lado desses super astros é o principal jogador do Seattle Sounders e da seleção americana, Clint Dempsey.

Esses números são fornecidos pelo movimento na venda de camisas através da loja oficial da MLS na internet. É como se fosse a loja da CBF no Brasil, mas diferentemente do que ocorre por lá, os números são reais e confiáveis, pois aqui nos EUA não existe o gigante comércio ilegal de camisas de futebol no mercado paralelo.

LEIA TAMBÉM: Vale a pena morar perto de outros brasileiros nos Estados Unidos

Andrea Pirlo, Clint Dempsey, David Villa, Steven Gerrard, Didier Drogba e o brasileiro Kaká se revezam em primeiro nas listas regularmente atualizadas. Mas encontrar outro nome nascido nos Estados Unidos, mesmo que seja um filho de imigrantes liderando essa lista, não é tarefa fácil.

players

Será que os baixos salários, que ainda são pagos aos jogadores que atuam pela MLS podem estar causando essa ausência de ídolos locais figurando no topo dessas listas? Será que em algum determinado momento, na hora de escolher entre continuar jogando um esporte que tem vida curta e que não paga o suficiente para garantir um futuro com qualidade, esses atletas, em sua maioria oriundos do futebol universitário, tendo na bagagem uma formação acadêmica, optam por abandonar o esporte e seguir a carreira profissional na qual se formaram?

maxresdefault1

Fora Clint Dempsey, que está muito próximo de se aposentar os outros 5 da lista são: Jordan Morris, que joga pelo Seattle Sounders FC, Graham Zusi, pelo Sporting Kansas City, Nat Borchers, pelo Portland Timbers, Brad Evans, pelo Seattle Sounders e Brek Shea, que joga ao lado do Kaká pelo Orlando City.

Abaixo está a última lista atualizada, divulgada pela loja da MLS dos 20 jogadores que mais venderam camisas até junho de 2016. Os nascidos nos Estados Unidos estão em destaque.

1. Andrea Pirlo, New York City FC
2. Clint Dempsey, Seattle Sounders FC
3. David Villa, New York City FC
4. Jordan Morris, Seattle Sounders FC
5. Steven Gerrard, LA Galaxy
6. Kaká, Orlando City SC
7. Didier Drogba, Montreal Impact
8. Sebastian Giovinco, Toronto FC
9. Frank Lampard, New York City FC
10. Dom Dwyer, Sporting Kansas City
11. Darlington Nagbe, Portland Timbers
12. Diego Valeri, Portland Timbers
13. Giovani Dos Santos, LA Galaxy
14. Robbie Keane, LA Galaxy
15. Graham Zusi, Sporting Kansas City
16. Nat Borchers, Portland Timbers
17. Brad Evans, Seattle Sounders FC
18. Osvaldo Alonso, Seattle Sounders FC
19. Brek Shea, Orlando City SC
20. Kei Kamara, New England Revolution

 

E você, o que acha? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Por RALF FURTADO

Leia Também
Vídeos

Canal EUA mostra como utilizar o incrível sistema de cupons nos Estados Unidos. Além dos descontos incríveis, alguns produtos podem sair de graça e em algumas situações, você recebe troco em um produto que você não pagou.
A confeiteira Daniela Milatti nos ajudou com suas dicas

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Para maiores informações, visite a página da Daniele Milatti no FACEBOOK

O time de Orlando perdeu de 3×1 para o Miami FC em sua partida de estréia na US Open Cup 2017, com três gols do brasileiro Stefano Pinho, que pela priemeira vez em sua carreira como jogador profissional, consegue fazer um Hat-trick.

Curta nossa página do FACEBOOK
Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE

Na primeira participação na US Open Cup, o Orlando City perdeu para o Miami FC pelo placar de 3×1 no estádio do Orlando. O time do Kaká jogou praticamente com a equipe reserva, poupando grande parte dos titulares para uma importante partida da MLS no final de semana.

O grande destaque da partida, foi o brasileiro Stefano Pinho que marcou os três gols do clube de Miami e “pode pedir música no Fantástico” garantiu a vitória do Miami FC.

Stefano Pinho está no Estados Unidos desde 2015, tendo jogado anteriormente no Fort Lauderdale Strykers e no Minnesota United. Em 2014 jogou por empréstimo no futebol Finlandês, atuando uma temporada pelo MyPa.  Essa essa primeira temporada no Miami FC, os três gols marcados nessa partida, provavelmente deixarão o atacante em uma situação bem confortável dentro do clube.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 


Futebol EUA entrevista o CEO do Orlando City , Alexandre Leitão. Revelamos detalhes sobre o projeto do novo CT que será construído na cidade de Lake Nona, próxima a Orlando. O CT deverá estar pronto em março de 2017 e contará com 6 campos oficiais, academia, vestiário e espaço para recuperação dos atletas

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Voltar