Curt Onalfo, treinador do Los Angeles Galaxy é brasileiro

Mesmo senndo um cidadão americano – Curt Onalfo, atual treinador do Los Angeles Galaxy é brasileiro. O ex-jogador profissional nasceua no dia 19 de novembro de 1969, em São Paulo. Mas se mudou para a terra do Tio Sam ainda muito jovem, e foi criado em Connecticut




Onalfo teve uma passagem apagada pela Seleção dos Estados Unidos. Disputou apenas uma partida oficial pela US Soccer, em 1998, sendo o primeiro brasileiro naturalizado, a atuar pela seleção norte americana.

Não lembrado entre os convocados para a Copa do Mundo de 1994 nos EUA, foi reserva nos Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992, acabou não entrando em campo.

Curt encerrou sua carreira de jogador em 1999 com apenas 29 anos de idade, quando jogava no DC United.

LEIA TAMBÉM: Ele tem 16 anos, lança a 94 milhas por hora, vale US$ 1,5 milhão e é do Brasil !!!

LEIA TAMBÉM: Ibrahimovic recusa proposta de 6,8 milhões de euros do LA Galaxy



Após a aposentadoria, Curt passou a estudar o futebol fora das quatro linhas, em especial no aspecto tático. Em 2006, ele iniciou sua carreira no Kansas City Wizards. Passou por D.C United como treinador, e foi auxiliar do Los Angeles Galaxy entre 2011-2014. Entre 2014 e 2016, foi treinador da equipe B do L.A. Galaxy, a qual disputara a USL/Segunda divisão do futebol norte americano, e em 2017 – vulgo este ano que estamos vivendo -, assumiu a equipe principal.

Adepto do 4-2-3-1, Curt por mais que estja numa equipe que conquistou as últimas três edições da Major League Soccer, e conheça a equipe como treinador e jogador, oscila em jogos. Normal, ossos do ofício para o brasileiro-norte americano. Curioso, e bom sabermos que não só de jogadores o Brasil é representado na MLS.





VIDA EUA: Você sabe o que é uma Soccer Mom?

VIDA EUA: As maiores diferenças do futebol infantil nos Estados Unidos e no Brasil

Leia Também
Vídeos

Futebol EUA foi conhecer a Fun Fest do Torneio da Florida – Florida Cup 2017. Esse espaço incrível, com direito a um palco para shows, é um excelente atrativo para quem quer se divertir com boa música em uma área cheia de lazer e boa gastronomia.
Falamos com Maurício Penha, que nos conta um pouco do que será esse evento.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

 

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

Voltar