Contra o aborto, Mexicana caminha a pé em pelos Estados Unidos

Aos 22 anos, Alison González, nascida na Cidade do México, percorreu centenas de quilômetros de rodovias nos Estados Unidos com uma clara mensagem: “que todos tenham a oportunidade de viver”, desde a concepção

 

Em diálogo com o Grupo ACI, a jovem mexicana explicou que, durante o percurso, “vai visitando diferentes estados, diferentes cidades”.

“A mensagem que passamos nas rodovias é muito clara, porque vestimos uma camisa amarela com as palavras ‘pro-life’, pró-vida”, disse Alison.

“As comidas são básicas, muito simples”, assinalou e indicou que nesta época do ano “toda a parte sul dos Estados Unidos é quente, são temperaturas muito altas, chegamos a andar sob 40 graus”.

Entretanto, isso não diminui o ânimo dos participantes neste peregrinação em defesa da vida e rechaço ao aborto.

LEIA TAMBÉM: Mais de 80% dos americanos quer mais controle sobre armas

“São pequenas renúncias, pequenos sacrifícios que fazemos, e eu tive a oportunidade de me unir, por uma causa muito concreta, que neste caso é a causa pró-vida, pelos bebês não nascidos”, disse.

Alison se juntou a CrossRoads esse ano, uma inciativa católica surgida nos Estados Unidos, inspirada por São João Paulo II. Este projeto considera sua missão promover a cultura da vida e “defender o direito à vida das crianças por nascer”.

Alison conheceu a CrossRoads através da associação civil mexicana Pasos por la Vida – que organiza a Marcha pela Vida na Cidade do México –, com a qual trabalha há quase 4 anos.

“A ideia de Cross Roads é fazer um pouco de penitência e sacrifício, através da renúncia a certas comodidades, como a própria cama, porque vivemos em uma casa móvel, onde oito pessoas se acomodam como podem”, disse.

LEIA TAMBÉM: Ioga com cabras é a última moda nos Estados Unidos

Nos fins de semana, assinalou, “fazemos oração do lado de fora de clínicas abortivas, como Planned Parenthood e outras que são como clínicas públicas”. Nesses locais, rezam o terço mariano e o da Divina Misericórdia, explicou.

Embora “caminhar por rodovias não seja algo simples” e “carregamos um risco de nossa parte”, para Alison, “o reflexo desses atos é que defender uma vida vale tudo”.

A jovem mexicana assinalou que junto com os que percorrem a rodovia, “vão um motorhome e uma van” e a equipe “se divide em duas” para caminhar.

VIDA EUA: Estupro e Pedofilia, como se lida com isso nos Estados Unidos

VIDA EUA: 12 frases que jovens atletas precisam ouvir de seus pais

 

Leia Também
Vídeos

No Torneio da Florida 2016, Canal EUA Sports entrevistou Bruno Costa, diretor de Futebol do Fort Lauderdale Strikers ( Ex-observador da seleção Brasileira de Base ) e Ricardo Oliveira, CEO do Florida Cup, que nos passaram suas impressões sobre esse grande evento internacional realizado na Florida

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

 


Futebol EUA entrevista o CEO do Orlando City , Alexandre Leitão. Revelamos detalhes sobre o projeto do novo CT que será construído na cidade de Lake Nona, próxima a Orlando. O CT deverá estar pronto em março de 2017 e contará com 6 campos oficiais, academia, vestiário e espaço para recuperação dos atletas

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Léo Azevedo, um dos maiores técnicos do tênis brasileiro, nos acompanhou na visita ao Centro de Tênis da USTA em Lake Nona na Florida. Conhecemos um pouco do que que é considerado o maior complexo do esporte no mundo, com um total 102 quadras, em um vestimento de mais de $60 milhões de dólares.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado

 

Voltar