Conheça o time de futebol dos Estados Unidos formado por crianças Autistas

O futebol é o esporte mais democrático do mundo e o Autism Soccer, clube fundado nos Estados Unidos em 2012 é um exemplo disso. Com um proposta inovadora de permitir às crianças autistas uma oportunidade de ter contato com este desporto, eles são pioneiros nesta ação.

Reprodução/Twitter

Em entrevista ao jornal AS, na Espanha, Amuz, o fundador do Autism Soccer, falou sobre o crescimento do clube:

“Começamos com quatro crianças em 2012 para a temporada de outubro a março. Em março, tinhamos quase 20 crianças e hoje trabalhos com 200 garotos por semana”, disse Amuz.

Até mesmo Adriano conheceu o projeto e bateu uma bolinha com o garoto Anthony, como revelou Amuz:

“Anthony (um menino com paralisia cerebral) encontrou uma luz de alegria…se sente parte ‘do time de Adriano’”.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o autismo pode ser definido como “uma síndrome presente desde o nascimento ou que começa quase sempre durante os trinta primeiros meses. Caracterizando-se por respostas anormais a estímulos auditivos ou visuais, e por problemas graves quanto à compreensão da linguagem falada. A fala custa aparecer e, quando isto acontece, nota-se ecolalia, uso inadequado dos pronomes, estrutura gramatical, uma incapacidade na utilização social, tanto da linguagem verbal quanto corpórea”.

Leia Também
Vídeos

O timão goleou o Vasco da Gama no estádio Bright House Networks Stadium, que pertence a UCF (University of Central Florida). A partida valia por uma das semi-finais do Torneiro da Florida, onde o Corinthians, após a vitória por 4×1 sobre o Time da Colina, enfrentará o vencedor da outra semi-final ,entre São Paulo e River Plate da Argentina. Falamos também com o ator Bruno Mazzeo, torcedor do Vasco que esteve no estádio torcendo para o seu time.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge – Lameiras

No primeiro vídeo da série “Brasileiros que Fazem a Diferença”, falamos com Márcia Romero que mora nos Estados Unidos desde 1996 e hoje está a frente da fundação PEOPLE WHO MAKE A DIFFERENCE. Esse projeto faz um belíssimo trabalho social com pessoas que precisam de suporte, principalmente na área de saúde em um grande trabalho angariando doações e orientando a quem precisa.

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Inscreva-se em nosso canal !!!
Curta nossa página do FACEBOOK: https://www.facebook.com/futeboleua/

Assista ao Vídeo:

Voltar