Como comprar um carro nos Estados Unidos

Comprar um carro novo é um prazer único, fazer isso nos Estados Unidos é infinitamente melhor, já que a variedade de marcas e modelos é muito maior e os preços muito mais em conta do que no Brasil. Vamos a algumas diferenças no antes e depois da compra.

United-States-Vs-Brazil

A velocidade no processo de compra é o que mais chama a atenção, primeiro por que as concessionárias possuem estoques gigantescos, disponibilizando ao cliente uma grande variedade de modelos e cores, de cada um dos carros da marca com pronta entrega. A partir daí, você pode escolher o carro de sua preferência, sem ter que esperar vários dias, semanas ou até meses pelo seu “brinquedo” novo.

Com o carro escolhido, você define como quer pagar, se à vista, financiado ou através do muito utilizado sistema de Leasing. Mas independente da forma de pagamento que você escolha, você deverá sair da concessionária com seu carro novo em no máximo 3 horas.

LEIA TAMBÉM: Dentro de casa, como é morar nos Estados Unidos..

Durante o processo da compra você terá que providenciar o seguro do carro, pois em hipótese alguma, o seu carro será liberado pela concessionária sem estar segurado, isso é lei nos Estados Unidos. Tudo é feito pelo telefone, você não precisa levar seu carro a um outro lugar, basta passar os seus dados e os dados do carro para o seu corretor, caso você não possua um, a concessionária com certeza terá um para lhe indicar.  Fazer seguro de carro novo é um processo muito rápido, gira em torno de uma hora. A seguradora envia o comprovante do seguro para a concessionária, que confere e imprime uma cópia para você poder sair com seu carro. A apólice e os documentos extras são enviados pelo correio posteriormente para a sua residência.

imageedit_1_9664125796

O emplacamento do carro também é bem diferente do Brasil. A própria concessionária lhe vende a placa, por U$225.00, que passa a ser sua, e você pode usá-la em qualquer outro carro que você venha a comprar posteriormente.

A renovação da placa é mais simples ainda, por aqui não é preciso fazer vistoria. Você vai a uma unidade do departamento de trânsito, paga a taxa de renovação, que pode ser de 1 ou 2 anos e recebe o comprovante com uma etiqueta amarela anexada. Você mesmo pega essa etiqueta, cola na placa do seu carro e pronto, pode rodar tranquilo.

Veja o vídeo abaixo sobre carteira de motorista e emplacamento:

Seguro de automóvel nos Estados Unidos não é barato, o motivo não é o mesmo do Brasil, roubo de carros. Aqui se paga caro por causa dos processos que são movidos contra as seguradoras, tanto da vítima, quanto do infrator, responsável pelo acidente. O que acaba gerando valores estratosféricos em indenizações, que são pagos pelas seguradoras após a conclusão dos processos.

O que também é muito diferente do Brasil é o curto período entre o acidente e o pagamento das indenizações. No momento do acidente, o policial faz o registro, ouve as testemunhas e aplica a multa ao culpado. A multa se torna o indicador de quem causou o acidente. A partir daí a seguradora do infrator é obrigada é claro, a pagar pelos danos normais do acidente, como o carro do segurado e o de terceiros.

Mas o que eleva realmente os valores das indenizações, são as quantias pagas por danos físicos, tanto do próprio segurado, como o de todos os outros envolvidos no acidente. Aqui todo mundo processa todo mundo, é muito comum ver pessoas saindo de acidentes leves, transportadas em macas, vestindo colares cervicais, já pensando no processo que vão mover contra as seguradoras..

Por: RALF FURTADO

Voltar