Com Silvio Santos na arquibancada, time de Kaká arranca empate emocionante

Sem o meia brasileiro, que se recupera de lesão, o Orlando City empatou com o Real Salt Lake por 2 a 2 com dois gols nos acréscimos

Silvio Santos, com o proprietário do Orlando City, Flávio Augusto da SilvaSilvio Santos, com o proprietário do Orlando City, Flávio Augusto da Silva (à esq.)(Divulgação/Facebook)

Na primeira rodada da temporada de 2016 da Major League Soccer (MLS), principal liga de futebol dos Estados Unidos, o Orlando City empatou em casa com o Real Salt Lake por 2 a 2 em um jogo emocionante, mesmo sem a presença do meia Kaká, que foi cortado neste domingo dos próximos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias por causa de uma lesão muscular. Mas se não tinha a ajuda do principal jogador em campo, o time da cidade de Orlando contou com um torcedor ilustre nas arquibancadas, o apresentador Silvio Santos.

A presença de Silvio foi anunciada pelo proprietário do clube, o brasileiro Flávio Augusto da Silva, que se mostrou empolgado com a visita do empresário. Flávio publicou no Facebook uma foto ao lado de Silvio Santos, que usava uma camisa no estilo havaiano, à vontade, sem o habitual terno em que costuma aparecer na televisão. “Sou fã, sem mais”, disse na legenda da foto o dono do Orlando City. Silvio está curtindo as férias na cidade da Flórida, onde tem uma casa avaliada em 1 milhão de dólares.

O jogo – Atuando em casa, no estádio Citrus Bowl, com pouco mais de 60 mil pessoas, o Orlando City conseguiu um resultado heroico pelas circunstâncias da partida. O Salt Lake ganhava de 2 a 0 até pouco antes do término do jogo, com dois gols do equatoriano João Plata. Nos quatro minutos de acréscimo, os anfitriões reagiram e fizeram dois gols relâmpagos com Cyle Larin, aos 48 minutos, e Adrian Winter, aos 49.

Leia Também
Vídeos

O famoso raper e youtuber Fabio Brazza fala sobre as expectativas da Florida Cup 2017 e o seu trabalho dentro do evento. O evento que foi prejudicado pela tragédia ocorrida com o time da Chapecoense, se mostra fortalecido e preparado para crescer ainda mais em 2018

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

O reconhecido técnico de futebol Marcos Machado acaba de inaugurar sua nova Academia de Futebol em Orlando, a GGS. O espaço com 6 campos de grama natural fica em Ocoee e já está realizando tryouts com uma grande quantidade de novos atletas.
O diretor técnico da Golden Goal Sports é Marconi Machado, filho e braço direito de Marcos Machado.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado

No Torneio da Florida 2016 entrevistamos os técnicos Ney Franco e Adílson Batista, que falam com o Futebol EUA sobre sua visão do mercado de futebol dos Estados Unidos. A aínda, o jogador Vitinho do Internacional e o Youtuber Fred B12

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

Futebol EUA acompanhou as partidas do Torneio da Florida 2016 entre Bayer Leverkusen vs Santa Fe e Schalke 04 vs Strikers, com 3 grandes entrevistas do Fabio Luciano, Kléberson e Fábio Brazza

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Bruno Furtado



Inscreva-se em nosso canal do YOUTUBE !!!
Curta nossa página no FACEBOOK

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

Voltar