Campeão mundial em 2002, Kleberson deve jogar em Las Vegas

Kleberson está bom próximo de confirmar sua transferência para o Las Vegas United, do Estados Unidos. O jogador que teve passagens emblemáticas pelo Atlético-PR, Flamengo e Seleção Brasileira, onde foi campeão mundial em 2002, fui uma das referências daquela seleção e a maior surpresa do técnico Luiz Felipe Scolari quando revelou a lista dos convocados.

Fort-Lauderlale-Strikes-contrata-Kléberson-Futebol-Latino-06-01

 

Hoje com 37 anos, Kleberson que já está há quatro nos Estados Unidos, onde defende atualmente as cores do Fort Lauderdale Strikers, time que disputa a NASL, equivalente à segunda divisão local, com quem tem contrato até o final da temporada. O Strikers tem passado por algumas dificuldade financeiras e anda com problemas para pagar os salários aos seus jogadores.

Com proposta dos Las Vegas United em mãos, o jogador tenta uma rescisão de forma amigável para seguir novos rumos na carreira. A negociação foi confirmada pelo próprio volante.

— Estamos negociando. Gostei do projeto que me foi apresentado, da proposta. O Las Vegas United é um time em ascensão, tem objetivos grandes para a temporada, e isso me atrai. Espero que tenha um desfecho positivo — afirmou o pentacampeão.

O time do Las Vegas United é comandado por Gilson Cesar Granzotto e disputará na temporada 2017 a UPSL, uma liga nova e independente.

— Conquistei muitas coisas por onde passei e estou atrás de novos objetivos na carreira. Para um jogador, é muito bom participar de ações fora do campo. É a sua imagem que vai ser usada como referência para o mais novos. Já sou um veterano da bola, tenho que passar um pouco dessa experiência para os que estão começando agora, tentando contribuir sempre em outras áreas, além de ajudar com o crescimento do clube — explicou.

Kleberson

Apesar de querer permanecer jogando nos Estados Unidos por mais dois anos, Kleberson não escondeu o desejo de fazer uma partida de despedida no Brasil. O jogador revelou sentir carinho por três clubes e garantiu seguir no futebol após pendurar as chuteiras.

— Estou há quatro anos nos Estados Unidos. Já criei raiz, meus filhos estão ambientados, consegui o green card e espero seguir por aqui por um bom tempo. Nunca descartei voltar ao Brasil, tive que abdicar de muita coisa para fazer minha carreira no exterior, mas tenho carinho enorme pelo PSTC, time que me revelou, Atlético-PR e Flamengo. Mas minha ideia é seguir nos Estados Unidos, quem sabe fazer minha história no Las Vegas United, e iniciar a carreira de treinador. Tenho me preparado para seguir nessa carreira futuramente — encerou.

 

Leia Também
Vídeos

No jogo de inauguração do novo estádio do Orlando City, Futebol EUA conversou com o torcedor do Orlando City, Cody. O torcedor que é muito fã do futebol brasileiro e grande conhecedor do futebol mundial nos mostra um pouco do que sabe sobre nossa seleção e nossos craques.
O Orlando City Soccer Club venceu o New York FC por 1 x 0 em um clima de muita festa antes e depois da partida



Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras


VIDA EUA: Como morar barato nos Estados Unidos
VIDA EUA: Os 10 maiores obstáculos para brasileiros que mudam para os Estados Unidos

Como alugar um imóvel para temporada em Orlando, as vantagens de ficar em uma casa ao invés de um hotel. Os atalhos para economizar seu dinheiro e as principais regras de convivência, para que sua estadia seja perfeita e sem riscos

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

O Clube São Paulo derrotou o Corinthians nas cobranças de pênaltis após um empate de 0x0 no tempo normal. Em partida truncada e cheia de lances duros, o São Paulo teve as melhores chances do jogo e acabou campeão da Florida Cup 2017 em um resultado merecido

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

O Orlando City jogou em casa contra o Chicago Fire, time do atual do alemão Bastian Schweinsteiger, meio-campo da seleção da Alemanha campeã mundial da Copa do Mundo do Brasil de 2014. O jogo terminou 0x0 com o Orlando jogando grande parte da partida com 1 jogador a menos, devido a expulsão injusta, ainda no primeiro tempo, do zagueiro Rafael Ramos, após uma falta aos 26 min do primeiro tempo.
Falamos com a líbero da seleção brasileira do vólei, Camila Brait e com Gustavo Brasil, diretor técnico da R9 de Orlando

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Karina Furtado

 

Voltar