Beckham se lança à conquista de Miami com um novo time de futebol

O ex-jogador será um dos fundadores de uma franquia da Major League que planeja um estádio no coração da cidade. “Esta é uma cidade cheia de paixão”, diz o britânico.

Uma equipe profissional de futebol em Miami? “Por que não?”, respondeu David Beckham nesta quarta-feira pela manhã, após anunciar oficialmente sua decisão de investir na instalação de uma franquia da Major League Soccer (MLS, a liga norte-americana de futebol) nesta cidade.

David Beckham, nesta quarta-feira em Miami.David Beckham, nesta quarta-feira em Miami

“Miami é uma cidade vibrante, cheia de paixão, e temos certeza de que vamos ter sucesso”, disse o ex-jogador. Este segunda tentativa de estabelecer um clube local já conta com o aval das autoridades. O que falta: investidores que financiem a construção de um estádio em pleno centro da cidade e uma torcida disposta a encher as arquibancadas.

“Eu queria criar uma equipe que pudéssemos armar desde o começo. Sei que houve uma tentativa há dez anos que infelizmente não funcionou. Olhando para o futuro, quero criar uma equipe que seja muito pessoal. Quero fazer a minha própria equipe”, declarou David Beckham durante uma entrevista coletiva no Pérez Art Museum, em Miami, na qual esteve acompanhado pelo prefeito do condado de Miami-Dade, Carlos Giménez, e pelo comissário da MLS, Don Garber.

Desde que pendurou as chuteiras, em junho de 2013, Beckham vinha cogitando a ideia de fundar um clube em Miami, aproveitando a oportunidade que constava no contrato que assinou com o LA Galaxy, da Califórnia, em 2007, segundo o qual ele poderia adquirir uma franquia da MLS após sua aposentadoria, ao preço “promocional” de 25 milhões de dólares (cerca de 60 milhões de reais).

É a segunda vez que Miami tenta ter um clube profissional próprio. A primeira equipe, o Miami Fusion, foi fundada em 1998, e o plano era que funcionasse no Orange Bowl, no bairro de Little Havana. Mas a antiga arena foi demolida em 2008 para dar lugar ao novo estádio de beisebol do Miami Marlins. O Miami Fusion precisou então se mudar para o estádio Lockhart, localizado em uma área desabitada de Fort Lauderdale, a 40 minutos de carro de Miami. Os torcedores não enchiam o estádio, e em 2001 a equipe foi fechada por falta de público.

Projeto do estádio da franquia de David Beckham em Miami

“Não podemos construir um estádio em duas semanas. Isto vai demorar, mas no que vamos nos concentrar agora é em encontrar os sócios e investidores corretos. Uma vez que os tenhamos, e que tenhamos nos sentado com o prefeito e os comissários, decidimos que queremos construir um estádio do qual possam se vangloriar, que seja um lugar maravilhoso”, afirmou o ex-meio-campista inglês. Desta vez não haverá investimento de recursos públicos na construção do novo estádio de futebol, como houve no estádio de beisebol dos Miami Marlins: um edifício monumental, que custou à cidade 64 milhões de dólares (153,4 milhões de reais), e ao qual comparecem poucos espectadores a cada temporada.

As negociações para decidir em que lugar da cidade será construído o estádio começaram há duas semanas, conforme informou o prefeito Carlos Giménez nesta quarta-feira. Mas tanto Giménez como Beckham asseguraram que o novo edifício estará em pleno coração da cidade, muito perto do American Airlines Arena – sede da equipe de basquete do Miami Heat – e do complexo cultural de museus e teatros do centro. “Ficaremos no centro. É importante que estejamos nesta parte da cidade. Vi o que Mickey [Arison, dono do Miami Heat] e sua família têm feito com o Heat, e essa arena que criaram. E os torcedores de futebol gostam de ir andando aos jogos, são uma comunidade”, declarou Beckham.

Inglês participou de uma reunião com políticos e empresários da cidade

Ele preferiu não revelar os nomes dos jogadores nos quais pensou para formar o novo elenco, mas assegurou que trará os melhores para Miami. “Mas o mais importante é estabelecer uma academia de futebol, porque queremos contar com talentos locais”, anunciou.

Esse criadouro de jovens interessados no esporte é justamente o principal foco das apostas do ex-jogador, dos investidores que o acompanham e das autoridades locais. “Para ver a verdadeira paixão pelo futebol em Miami, basta visitar os diferentes bairros da nossa comunidade e olhar crianças de todas as idades e todas as origens jogando futebol em nossos parques. É aí onde está o futuro do futebol em Miami”, afirmou o prefeito Giménez.

Leia Também
Vídeos

Falamos com Victor Pagliari Giro, mais conhecido como PC. Jogador que recentemente conquistou uma vaga no time titular do Orlando City, depois de passar por outros clubes dos Estados Unidos como o Fort Lauderdale Strikers e o Tampa Bay Rowdies. 

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

  • PC você pode nos explicar o porque do apelido PC ?

– Bom, PC porque quando era garoto ainda, que jogava no Corinthians falavam que eu parecia outro jogador que o nome dele era Paulo César, aí como tinha essa semelhança minha com ele e até o jeito de jogar, canhoto a posição tudo, e aí começaram a me chamar de PC. E aí no começo eu até tentei mudar para deixar o meu nome mesmo, mas aí todo mundo começou a pegar PC, PC, PC… E aonde eu vou hoje, todo mundo me conhece como PC. Então hoje às vezes, quando me chamam pelo meu nome mesmo, até difícil eu atender, mas tranquilo, é um nome legal eu tô conseguindo levar bem.

  • Como é que se deu essa sua ascensão dentro do futebol americano, como é que você tá sentindo isso? Você acha que o mercado americano é um mercado interessante para para brasileiros que não tem espaço no Brasil, devido à concorrência, você acha que vale a pena investir aqui?

– Não só para brasileiros, mas como também para todo o jogador. Acho que o crescimento aqui no Estados Unidos está excelente, acho que em um futuro próximo vai estar uma liga brilhante. Já é uma liga muito boa, acho que com mais 3 ou 4 anos vai estar fantástica. Então acho que vale a pena sim, como tem muitos jogadores nomeados vindo para cá, como o Kaká, Schweinsteiger, entre outros. Então acho que tem tudo para para virar uma liga brilhante.

LEIA TAMBÉM: Quem é “PC”, jogador brasileiro em acensão no Orlando City?

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Henrique Furtado

 

A Florida Cup organizou um incrível evento que reuniu grandes feras brasileira do futebol e do automobilismo. Com a presença do piloto Rubens Barrichello, do ex jogador Rivaldo e do Youtuber Fabio Brazza que fez um RAP para o Futebol EUA durante o evento chamado no Brasil de Torneio da Florida.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!

Apresentação: Ralf Furtado
Câmera: Jorge Lameiras

 

 

Futebol EUA esteve na partida que o Bayer Leverkusen venceu o Atlético MG por 1 x 0 em suas primeiras partidas da Florida Cup 2017. Falamos com Ricardo Silveira, sócio-fundador do evento, sobre o que esperar desse e dos próximos torneios realizados pela sua equipe.

Inscreva-se em nosso Canal do YOUTUBE !!
Curta nossa página do FACEBOOK !!


 

Apresentação – Ralf Furtado
Câmera – Jorge Lameiras

Voltar